DICAS PARA FAMILIARES DE VESTIBULANDO

Olá, tudo bem?
Queremos conversar com você, PAI e MÃE de vestibulando.

Sabemos que ter filhos adolescentes faz com que os pais e familiares revivam as suas próprias adolescências e, com isso, os conflitos inerentes a ela. Mais do que nunca, o diálogo transparente, acessível, sem julgamentos, empático e afetivo se faz necessário. Abaixo, seguem algumas dicas que podem auxiliar as famílias no acompanhamento dos vestibulandos, ampliando o diálogo e transformando esse período de preparação mais agradável para todos:

1. Escolha profissional: converse de forma sincera quando notar que os alunos estão com dúvidas. Mostre dados, questione suas habilidades e seus interesses. Daqui, parte toda a motivação do ano. Sem motivos (propósitos), agimos pouco ou com baixa efetividade.

2. O conhecimento: entenda que conhecimento é uma construção, requer tempo, disciplina, dedicação e aquisição de novos hábitos. Afinal, nós aprendemos a aprender.

3.Organização dos estudos: plantões, planos de estudos, listas de exercícios, simulados e vestibulares de inverno e verão são fundamentais para o candidato lidar com imprevistos e priorizar compromissos assumidos. Aqui, acima de tudo, entra o preparo emocional.

DICAS PARA FAMILIARES DE VESTIBULANDO

4. Lazer: tempo livre é uma necessidade e deve ser pensado em equilíbrio com o plano. Atividades relaxantes são fundamentais, pois ajudam a lidar com o estresse característico deste período.

5. Boa convivência: evite brigas e discussões desnecessárias, assim como saiba dar limites e afeto em dose certa. Não sinta “dó” do aluno: lembre-se de que ele fez uma escolha, de modo que essa dedicação está alinhada ao propósito dele. Fique atento: o adolescente faz os pais reviverem suas próprias adolescências e, com isso, angústias “adormecidas”.

6. Atividade física: é fundamental inserir ESSE hábito, preferencialmente caminhada ou bike. Meditação, yoga e pilates são ideias para os mais ansiosos.

7. Sono: este é a matéria-prima do processo de memorização. Fique atento ao perceber descompassos - tanto insônia quanto hipersonia - no sono do aluno.

DICAS PARA FAMILIARES DE VESTIBULANDO

8. Estimulantes e “drogas da inteligência”: cuidado com estimulantes (café, chá verde, guaraná cerebrais, ginkobiloba, energéticos em geral...). Para diagnósticos específicos, procure um profissional da saúde (médicos ou psicólogos); alguns medicamentos podem desencadear crises de ansiedade se não usados de maneira correta.

9. Reconhecimento: elogie pequenas e grandes conquistas com carinho e prontidão, criando estímulos positivos.

10. Diferença entre transtornos e sintomas: sintomas ansiosos, depressivos ou de desatenção serão comuns neste período. Quando perceber que algo é intenso e persistente (isto é, não melhora nem com férias nem com descansos maiores), informe.

11. Negocie o dia “D”: alguns alunos gostam da ideia de os pais irem junto aos vestibulares, outros não; conversem e decidam juntos!

Esperamos que aproveitem essas dicas para facilitar o dia a dia da família.